Quem adia o despertador é mais criativo e feliz

Não existe som mais irritante do que o som do despertador. Adiar o despertador ou colocá-lo em “snooze” é quase sempre visto como um acto que pertence aos indisciplinados e impontuais.

Felizmente, a ciência não olha para a questão da mesma forma.

despertador

Voltar a adormecer profundamente e já não conseguir acordar é o grande risco.

Porém, quem dorme mais 5 ou 10 minutos tem mais vantagens do que os que se levantam ao primeiro toque do despertador.

Decidir ficar a dormir mais uns minutos, é um sinal positivo de adaptação aos tempos de hoje e uma opção que só existe em relógios que não são os biológicos, o que indica, desde logo, que a evolução humana não nos preparou devidamente para isso.

Possuir a capacidade de sentir e de entender as nossas necessidades físicas, em vez de ter apenas em conta as regras definidas por um relógios, significa também ter uma maior capacidade de lutar e de não desistir.

Um grupo de cientistas ingleses, já teria concluído, anteriormente, que as pessoas que se deitavam depois das onze da noite e se levantavam depois das oito da manhã, tinham um estilo de vida mais confortável e mais feliz.