Como identificar um falso amigo

Algumas pessoas têm problemas em conseguir detectar alguém com intenções pouco sinceras e ficam decepcionadas com o mundo ao seu redor, descobrindo que muitas pessoas vêm apenas por interesse.

A amizade não é construída de forma fácil e requer muito respeito mutuo para ser possível aceitar verdadeiramente os outros da maneira que eles são.
Como identificar um falso amigo

Deixamos seis situações para te ajudar a identificar um falso amigo e levá-lo para longe da tua vida.

1 – Uma amizade saudável leva um determinado tempo a surgir. Alguém que da noite para o dia pretende ser teu amigo próximo é alguém que deves suspeitar, pois a intimidade, a confiança e o respeito ganham-se aos poucos e não são dados a qualquer um. A maioria das pessoas não se importam, apenas têm curiosidade ou outras intenções.

2 – A melhor maneira de identificar um falso amigo é estar atento quando o mesmo aparece. Se te encontras bem, com dinheiro ou algo que possas proporcionar, se estás feliz e se atravessas por um bom período na tua vida. Os falsos amigos só desejam estar presentes nos bons momentos.

3 – Um falso amigo mete-se constantemente na tua vida e opina sempre sobre a mesma de uma forma negativa ou desfavorável. Não perde oportunidade para apontar os teus erros e de te fazer sentir com a consciência pesada pois de alguma forma ficam contentes com os teus fracassos.

4 – Um bom amigo fala de ti na tua cara e não nas tuas costas. O tipo de pessoas que passam a vida a falar mal dos outros por trás e que nunca têm coragem de falar pela frente, certamente que não são uma boa companhia. Uma boa amizade exige respeito e uma pessoa que fale mal de ti aos outros nas tuas costas não te respeita.

5 – Não dês espaço na tua vida a personalidades negativas que vêem constantemente o mal em tudo o que fazes, a pessoas invejosas que gostariam de ter o que tens, às que se incomodam com o teu êxito ou às intrusas que se metem na vida alheia.

6 – Confia na intuição ou sexto sentido, por vezes temos a sensação de que alguém não é boa pessoa mas não somos capazes de retirar a confiança dada ou de pôr fim a uma relação de amizade.